post

A Primavera e o Inverno (Parte II)


Prezados Sonhadores,

Aqui a segunda parte do artigo onde compara as estações com as experiências que passamos na nossa vida. Espero que gostem.

Um abraço cordial e obrigado por tudo!

Claudemir

P.s. Clique DUAS vezes sobre a imagem

54 PP PRIMAVERA E INVERNO part II - sem data

PSICOLOGIA POSITIVA: A PRIMAVERA E O INVERNO (PARTE II)

                                                                                                                                                  

Assim como na vida, quando cortamos uma árvore, a cicatriz fica. Isto não a impede de crescer. Nós também temos nossas cicatrizes e precisamos seguir em frente, precisamos buscar nossos sonhos. Elas indicam apenas que passamos por momentos difíceis mas não deveriam nos paralisar. Estão lá com uma função de apenas nos alertar para tomarmos mais cuidado. Tomar mais cuidado é diferente de ficar paralisado diante de novos desafios. Ter cicatrizes significa que elas não sangram mais e, portanto, a dor física já não existe. Agora é a hora de trabalhar a dor psicológica e seguir em frente. Sempre tomo o cuidado quando escrevo para que meu pensamento não seja distorcido. Não estou dizendo que não sofremos, que não temos um certo medo baseado no que passou. Cada um sabe de sua dor. O que falo é que elas sempre estarão lá. Isto, SEMPRE. Como você vai lidar com ela é onde reside a diferença entre viver um inferno ou uma vida digna de ser vivida. Outro dia, vi um vídeo de uma senhora de 109 anos de idade, Alice Herz-Sommer, que passou pelo holocausto e teria tudo para odiar sua vida. No entanto, quando perguntada sobre a razão de viver tantos anos, ela responde com um sorriso: “Otimismo. A vida é bela quando olhamos para o belo. Devemos ser gratos que estamos vivos. Eu sei que há coisas ruins, mas eu olho para o lado belo, pois há beleza em tudo.” Nem preciso falar do admirável Viktor Frankl, meu psicólogo favorito, e sua experiência nos campos de concentração.

Mais algumas lições que tirei do meu jardim. A primeira e talvez mais importante é que por melhor que você seja como jardineiro, sempre existirão ervas daninhas. Por mais que você se esforce, por mais que você trabalhe, elas vão estar lá. Se você continuar amando seu jardim, siga em frente, pois a outra notícia é que elas são minorias. As ervas daninhas podem até servir como uma forma de você diferenciá-las da beleza preponderante que existe em sua volta. Engana-se quem acha que devemos deixá-las sem atenção. Precisamos sim arrancar uma a uma, se possível pela raiz, mas sabendo que outras virão, assim como o inverno retorna a cada ano. Meu grande conselho é que dedique o tempo necessário, e apenas o necessário, o tempo justo às suas flores, borboletas, passarinhos e algumas ervas daninhas. Concentrar sua atenção apenas nas ervas daninhas atrairá outras para seu espaço. Sabe por que? Simples: porque ao se concentrar nelas, você não tem mais tempo para regar as flores e, assim, a beleza vai sumindo. Cuidado, meu amigo, muito cuidado.

Outra grande lição é que frutos e flores não aparecem do dia para noite. Exigem nossa dedicação, amor, cuidado constante. Isto me lembra o que já falei em várias palestras e artigos. Na natureza, primeiro precisamos entregar para em seguida receber. Isto funciona para as plantas e para as pessoas. Querer o fruto antes de plantar a semente e trabalhar arduamente é para os pobres de espírito. Querer reverter este processo na marra é de uma ingenuidade que não tem tamanho. Conheço muita gente que quer, insiste e, o pior, acredita que pode ter frutos antes das sementes.

No lado profissional o mesmo se aplica. Em geral, eu afirmo algo que muita gente não gosta de ouvir. Se você quiser ter sucesso na sua carreira profissional, especialmente no começo, trabalhando das 9 às 18 horas, pode começar a repensar pois você não vai a lugar nenhum. Estou falando aqui o que tem de ser feito após as 18 horas que pode ser dentro ou fora da empresa, por exemplo, estudando. Outro dia, ao falar para uma pessoa que há dias em que trabalho 18 horas, ela olhou para mim e disse que quem trabalha muito não tem tempo para ganhar dinheiro. Sim, é um ditado antigo. Fui para casa e pensei na frase por uns dois dias, tentando entender se eu não estava sendo ineficiente na empresa. Depois de refletir muito, cheguei à conclusão que o ditado só vem com metade da verdade. Quando observamos grandes líderes do presente e do passado, por exemplo, Walt Disney e Steve Jobs, sabemos que eles decididamente não trabalhavam das 9 às 18 horas. Portanto, mesmo ouvindo algum comentário neste sentido, eles seguiram trabalhando além das 8 horas. A outra metade do ditado e que ninguém fala é a seguinte: sim, trabalho muito, como empreendedor, muitas vezes, decido sobre vendas, marketing, finanças, operações, tecnologia da informação, entre outras áreas. O que ninguém fala é que quando chegar o momento certo de delegar isto, o aprendizado destas áreas será determinante para o sucesso da empresa. Em dois anos como empreendedor, aprendi mais que 20 anos como funcionário. Exagero? O funcionário pode ser fantástico numa área especifica, mas dificilmente ele vai ter uma visão 360 graus. Aí está a beleza de empreender, de ser dono do seu negócio. Para aqueles que me perguntam como encontrar energia para trabalhar além do normal, eu só tenho uma resposta. O segredo está no que você escolheu para sua vida. Se for um sonho, você vai atrás dele. Vira “flow” (fluir) para usar uma das áreas da Psicologia Positiva. É o que diz Confúcio: “escolha um trabalho que você ame e não terás que trabalhar um único dia em sua vida”. Se for um pesadelo, é uma questão de tempo para você desistir. Ah, mas você pode ter ainda outra pergunta: mas Claudemir, eu não sei ainda qual é o meu sonho. Minha resposta: continue fazendo bem feito os seus “pesadelos” que garanto que você encontrará o que procura. Engolir sapo faz parte da dieta de todos; a diferença está em quem consegue engoli-lo, sem reclamar muito, e ainda tirar lições da experiência. Estes sempre terão futuro. Portanto, você não vai gostar do que vou afirmar agora, mas se você gosta do seu conforto das 9 às 18 horas não reclame de comer um pouco de poeira. Também, não me entenda mal. Se você é feliz desta forma, siga assim. Cada um encontra seu jeitinho de ser feliz.

No começo, sempre dizia que meus sonhos sempre foram maiores que minhas dívidas, pois sempre me recordo da história de Walt Disney. Considero uma empresa no seu começo como uma construção de um edifício. O alicerce é o que dá sustentação para que o prédio possa “subir”. Gosto tanto desta analogia que digo que o meu alicerce começa, na realidade, no subsolo. Cimento, aço, ferro, tudo de primeira linha. Leva tempo, muito tempo, mas uma vez passada esta fase, sei que posso subir sem medo de cair, sem medo de furacão, sem medo de vento, de tempestade. Verei o oceano azul do topo da mais alta das coberturas.

Para falar um pouco mais do campo, da natureza, outra analogia que uso é que sou um plantador de sementes num vasto campo fértil. Por anos, todos passam e um homem solitário continua semeando, regando toda àquele terra vasta. À primeira vista, parece um trabalho sem resultado, pois vivemos numa sociedade imediatista, mas o plantador sabe que praticamente todas as sementes que estão sendo plantadas e regadas subirão todas de uma vez. Eis o diferencial. Eu vejo claramente a visão da colheita e esta inspiração me dá a energia necessária para eu continuar transpirando longas horas no dia. Óbvio, no meio de tudo isto, você tem a família do seu lado, apoiando incondicionalmente seu sonho, seu futuro. A colheita não é minha, é nossa!

Finalmente, você não precisa correr atrás de borboletas ou passarinhos. Eles vem voluntariamente quando o jardim está pronto, quando o jardim está preparado. Querer passarinhos e borboletas no seu quintal sem fazer nada é uma utopia. Lembremos da regra da natureza: primeiro nós fazemos nossa parte, primeiro nós entregamos e aí recebemos. Primeiro plantamos a semente, depois transpiramos e finalmente vem a doce colheita. Que você, prezado leitor e sonhador, continue semeando e transpirando porque a recompensa está a caminho e ela não falha. Que sua colheita seja tão bela quanto a minha história dos “pés” de morangos e que seu caminho seja um tapete feito por folhas de ipês de variadas cores.

Anúncios

Comments

  1. Kemmons Wilson, fundador da Holiday Inn tem uma frase bem interessante:

    regras de ouro:
    1- Nunca esqueça que tem amigos e familia;
    2- Nunca discuta com a localização de um hotel, tem que ser a melhor (vide Disney) e;
    3- A partir de hoje, trabalhe somente meio dia, escolha a primeira ou segunda metade do dia, nunca mais que 12 horas.
    4- Sonhe sempre…

    Parabéns pelo artigo Claudemir.

    Abraços

    Ronaldo Albertino

  2. Altamiro says:

    Claudemir, você cada vez mais sábio e insuperável!

  3. Leticia Takiyama says:

    Como é bom fazer o que amamos e mesmo assim, temos dias realmente difíceis! As vezes estamos mais frágeis e esquecemos que as ervas daninhas, não são problemas e que as cicatrizes, servem para lembrarmos do que realmente importa… e não mais para sofrer pelo que já passou… Para aprender, muitas vezes se passa por um trajeto tortuoso e doloroso mas uma vez passado e cicatrizado, com o aprendizado ‘enraizado’, conseguimos criar uma base que nos estimula a mais e mais seguir rumo as estrelas, sonhos, idealizações… Vemos com mais clareza e temos vontade de brilhar como os cometas! Delícia! 🙂

    Muito obrigada Claudemir, mais uma vez por suas analogias, nos lembrando o que realmente importa e que nada vem por acaso se vc acreditar e lutar por isso. A recompensa vem e muitas vezes realmente supera as expectativas pois é aquilo que vc disse, a partir do momento em que vc planta num terreno fértil, a colheita vem toda de uma vez. Mas tudo tem seu tempo e nem sempre temos a paciência necessária para que ele aconteça, o que é uma pena, porque acabamos presos aos resultados, ao futuro, e esquecemos do hoje, do agora, sendo que durante todo o percurso há mtas coisas belas para se observar e desfrutar… não é verdade?! 🙂

Deixe seus comentários (sementes de sonhos). Quero aprender com você!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: