post

Avaliar X Justificar: Quando você perde um jogo, você culpa o gramado?


Prezado Sonhador,

O texto essa semana é bem curtinho, mas direto. Depois de 20 anos trabalhando para empresas americanas, tenho de agradecer pela disciplina que elas me deram. Foi duro, no começo, sair das minhas desculpas para tudo, para uma visão mais realista das circunstâncias. Existem livros sobre o tema, mas nossa cultura brasileira complica um pouco no que chamo de JUSTIFICAR em vez de AVALIAR… nunca chegamos atrasados. É o trânsito que nos atrasa. Nunca perdemos um jogo. É o gramado que não presta. O nosso jeitinho funciona para muitas coisas, mas posso garantir que vamos sempre ficar atrás daqueles que sabem AVALIAR uma situação. Óbvio que estou falando de um tema bem atual. Veja o comercial fantástico da Nike sobre o tema. Muitas sementes de sonhos para você durante essa semana e justificativas não avaliam nada. Reconhecer quando perdemos é meio caminho andado para a superioridade futura. Isso serve tanto para nossa vida pessoal quanto nossa vida profissional. Nossa seleção precisa aprender isso rápido ou…

Forte abraço e muito sucesso!!!

Claudemir

Clique aqui na imagem para ler o curto texto. Obrigado

Anúncios

Comments

  1. É meu amigo, incrível como o erro está sempre nos outros e jamais em nós mesmos, né!?! Para TUDO há um culpado, uma justificativa, um vilão…
    Uma pena mesmo…
    As pessoas, realmente, precisam aprender que a persistência e a união são os caminhos que levam ao êxito!
    Parabéns pelo belíssimo artigo!!!!!
    Um forte abraço e uma excelente semana para você!!!
    Tati

  2. Claudemir,

    Infelizmente em nosso país temos uma cultura de culpa em vez de uma cultura de responsabilidade.

    A nossa seleção brasileira masculina errou todas as cobranças de pênaltis! – Nada substitui o treinamento, a preparação. Colocar a culpa no gramado é fácil. Será que a seleção adversária está reclamando do gramado? Claro que não.

    Acredito que faltou mais treinamento e mais preparação inclusive psicológica. Devido que ir para as cobranças de penalidades era umas das possibilidades existentes, ai meu amigo quando o fator emocional toma de conta, o fator profissional fica comprometido.

    Sabe aquele pequeno detalhe que muitas vezes não levamos em consideração, pois é esse pequeno detalhe faz toda a diferença.

    Um abraço e sucesso sempre!

    Robson Amorim

  3. Olá Claudemir!

    Ótimo post!! Nosso jeitinho brasileiro emperra muita coisa…e o pior é que a maioria se orgulha em dizer: “para tudo tem um jeitinho”. O modo pragmático dos americanos é uma de suas maiores qualidades para fazerem as coisas funcionarem, na minha visão.

    Abraço!

    • Alexandre,
      Concordo em tudo com você… temos nossas qualidades, óbvio, como por exemplo, a nossa facilidade em adaptar-se a novas circunstâncias e rapidamente, mas a coisa do jeitinho brasileiro realmente não funciona em muitas áreas… valeu!!!
      Claudemir

  4. Claudemir,
    O vício da justificativa parece que está em nosso DNA, precisamos de atenção e vontade para superar esse impulso. Vale a pena, pois uma vez superado nos permite crescer e aprender com os nossos erros. Abrs,

  5. Tokie Esaka says:

    Verdade pura… é mais fácil culpar o outro… até mesmo culpar o país pelo nosso comportamento… mas o primeiro passo é enxergar… o segundo, arregaçar as mangas, plantar a semente dos sonhos 🙂
    bjs!

  6. Luiz Alexandre Pires de Moraes says:

    Claudemir, não é por acaso que a palavra sucesso vem depois de esforço, dedicação, planificação, marketing pessoal! Acredito que nos caso da nossa amada seleção, o marketing e contratos milionários, falam mais alto! Não quero crer que fizeram “corpo mole”, mas é realmente muito estranho uma equipe profissional perder 04 pênaltis seguidos, vc não acha?

    Faltou realmente desde o começo avaliação a cada jogo, assim como fazia o mestre Telê Santana e seu inseparável escudeiro Moraci Santana, que a cada joga se reuniam com os jogadores e avaliavam os resultados, passes errados, certos, arremates ao gol, etc!!!

    Abs

    Luiz Alexandre

  7. Samir says:

    Acho que para esta garotada foi uma excelente lição, para aprender é muito melhor a derrota do que a vitória, espero que tirem muita humildade deste aprendizado, pois chegamos nesta Copa América apenas para buscar o troféu, e esquecemos que, entre chegar e o troféu tinhamos seis jogos para vencer! De qualquer forma, não os critico não, os parabenizo, pois estes garotos, tenho certeza, deram o máximo, pois eles amam o que fazem, e quem ama, faz com amor, e quem faz com amor, faz sempre o máximo! Yo soy Paraguay ahora! risosss
    Abraços,
    Samir Nassar

  8. marcelo fazzio says:

    Claudemir, não há como discordar de você. O Brasileiro (me incluo nessa lista muitas vezes) faz isso sistematicamente, como uma forma de “mascarar” o que realmente está errado. E assim vamos empurrando os problemas com a barriga – dos outros. E sobre o jogo de ontem, a grama estava ruim para os 2 lados, ambos incompetentes que não conseguiram fazer um mísero gol em 120 minutos. Acho que a grama estava boa mesmo é para eles comerem…

    Grande abraço!

    Marcelo Fazzio

    • Grande Marcelo,
      Você falou tudo… o campo era igual para os dois times… por isso, qualquer tentativa de jogar a culpa na grama é estupidez para dizer o mínimo… E não tenho como não rir com seu final… show de bola.. obrigado e forte abraço!
      Claudemir

  9. Heloisa Prass says:

    Querido Claudemir
    Hoje no almoço comentávamos sobre a coletiva do Mano Menezes – tentando dar respostas sobre a derrota de ontem. Seu blog veio bem na hora e concordo 100% – perdeu ! É avaliar o que faltou e não justificar, dizer que jogaram melhor e que tiveram 9 tentativas a gol….Perdeu !
    Posso publicar teu texto no meu blog hoje ?
    bjs e saudades sempre

  10. Depois de 6.000 anos, nada mudou… de Adão ao Manão.
    O primeiro disse: “A mulher que Tu me deste…” e o último disse: “O gramado que me deste…”
    Desculpas, desculpas, desculpas…
    Precisamos de líderes em nossa nação que assumam a responsabilidade por seus erros e tb. saibam extrair o melhor da sua equipe!
    Esqueça o Adão, Manão… siga o exemplo do Japão!!

Deixe seus comentários (sementes de sonhos). Quero aprender com você!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: